Influência da suplementação com três tipos de óleos vegetais na produção de ácidos linoléicos conjugados em leite de vacas Jersey semi estabuladas

18/01/2017

 

Diana Fabiola Orellana Quijada1, Juan Antonio Ruano1*, Isidro Matamoros2, Poliana Deyse Gurak3, Luis Fernando Osorio1
1Departamento de Agroindustria Alimentaria, Escuela Agrícola Panamericana, Zamorano, Honduras.
2Departamento de Ciencia y Producción Agropecuaria, Escuela Agrícola Panamericana, Zamorano, Honduras.
3Departamento de Nutrição, Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, Brasil.
*jruano@zamorano.edu

                                                                                                                                 

Resumo: Os objetivos deste estudo foram avaliar a inclusão de três tipos óleos vegetais na dieta de vacas leiteiras para promover a produção de ácidos linoléicos conjugados (CLA) e avaliar mudanças no perfil de ácidos graxos e das propriedades físico-químicas do leite obtido dos tratamentos deste estudo. Para atingir esses objetivos análises de cromatografia a gás foram realizadas para identificação e quantificação de ácidos graxos, paralelamente análises de pH, viscosidade e cor também foram executadas. Em relação a metodologia experimental, no estudo se utilizaram três grupos de vacas (cada grupo com 8 vacas) de raça Jersey. Cada grupo foi submentido aos três tratamentos compostos por dietas isoprotéicas e isoenergéticas pelo consumo de pastagem Brachiaria híbrido (Mulato II e Cayman), ensilagem e concentrado. A única diferença para cada tratamento experimental foi a adição de óleo vegetal (milho, canola e palma) no concentrado. Os resultados demostraram que houve aumento do conteúdo de gorduras trans e CLA nos tratamentos com óleo de milho e canola sem diferença estatística significativa entre eles (P>0,05). Os aumentos detectados foram de 4,54 % de gorduras trans e 0,88% de CLA no tratamento com óleo de milho e de 4,08 % de gordutas trans e  0,81 % de CLA para o tratamento com óleo de canola. Estatísticamente o tratamento com óleo de palma apresentou menor produção de CLA em comparação ao óleo de milho e canola (P<0,05). A suplementação com óleos ricos em ácidos graxos poliinsaturados como milho e canola aumentaram a produção de CLA em leite de vaca Jersey semi estabuladas.

Palavras chave: óleo de canola, óleo de milho, óleo de de palma,  CLA, cromatografia gasosa.


+ ver todas as notícias
Filie-se

Veja as vantagens de ser associado da SBOG.


SBOG

Sociedade Brasileira de Óleos e Gordura

CNPJ: 73.974.073/0001-58
Universidade Federal de Santa Catarina

UFSC / CCA / CAL - Laboratório de Óleos e Gorduras
Rodovia Admar Gonzaga, nº 1.346 - Bairro Itacorubi
Florianópolis - SC - Brasil - CEP 88.034-001

SBOG